Notícias

Confiram a entrevista com Mestre Celinho

Confiram a entrevista com Mestre Celinho

Durante muitos anos mestre Celinho comandou a bateria Pura Cadência da Unidos da Tijuca. Também comandou as baterias da Paraíso do Tuiuti e Inocentes de Belford Roxo. Agora é o comandante da Rítmo Feroz da Unidos do Porto da Pedra para o carnaval 2015.

RITMO FEROZ: Quem é o mestre Celinho?
Mestre Celinho é o que surgiu lá na Unidos da Tijuca, fiquei um tempo parado, fui pro Paraiso do Tuiuti, Inocentes de Belford Roxo e agora estamos aqui no Porto da Pedra.

RITMO FEROZ: Fale um pouco da sua grande passagem pela Unidos da Tijuca e também pela Paraíso de Tuiuti e Inocentes de Belford Roxo?
Foi tranquilo sempre, Unidos da Tijuca, Paraiso do Tuiuti, depois recebi a proposta da Inocentes de Belford Roxo e de todas saí pela porta da frente, tranquilamente.

RITMO FEROZ: Como se deu a sua contratação pela Unidos do Porto da Pedra e o que espera da sua bateria e da escola para o para o próximo carnaval?
Se deu com o Mestre Odilon que fez a ponte, sentamos juntos para conversar com o Presidente Fábio e a bateria. Vou botar meu esquema, cada mestre tem um padrão e eu já estou colocando o meu, já dá pra sentir a diferença nos ensaios de bateria.

RITMO FEROZ: Após a escolha do hino da escola começa de fato a preparação da bateria para o desfile com a colocação das bossas no samba, desenhos e afinações nos naipes e andamento. Fale um pouco sobre isso?
Na verdade o samba é que entra nas bossas, elas começam antes da escolha e depois nós vamos encaixando de acordo com o samba vencedor, às vezes também fazemos as bossas de acordo com o samba que foi escolhido quando as criadas não encaixam.

RITMO FEROZ: Qual será a sua participação junto ao diretor de harmonia e carro de som para que haja uma perfeita harmonia de canto nos ensaios técnicos de quadra, rua e de Marquês de Sapucaí como também do desfile oficial?
É um conjunto, tanto o canto da escola e o diretor de harmonia, vamos tentar fazer um bom trabalho com o cantor e o andamento, cada um tem um estilo. Quando cheguei aqui vi uma bateria um pouco acelerada e o meu estilo é um pouco mais cadenciado.

RITMO FEROZ: O mestre Odilon terá participação nos seus trabalhos à frente da bateria Ritmo Feroz?
O mestre Odilon virá como coordenador da bateria, eu tenho meu estilo de trabalho e ele tem o dele, é a mesma cadência, mas ele vai estar do meu lado, ele vai dar a opinião dele também.

RITMO FEROZ: Exerce outra atividade paralela ao carnaval ou vive exclusivamente dele?
Sou taxista, rodo na praça do Rio de Janeiro.

Agradeço a oportunidade de estar falando a RITMO FEROZ . Espero também dar outra entrevista a vocês com um resultado positivo no carnaval 2015.
Um abraço, Mestre Celinho.

Fonte: Carteiro Poeta por Adiel Carteiro Poeta

Comments are closed.